27 julho, 2015

Idosa de 100 anos costura mais de mil vestidos infantis e doa para missões na África

Uma idosa costureira dedica seu tempo livre para confeccionar vestidos infantis e doá-los a uma organização cristã sem fins lucrativos que atua em 47 países africanos e outros 31 em diferentes continentes.
Lillian Weber, 100 anos, tornou-se alguém dedicado a ajudar o próximo há seis anos, quando ela havia decidido que confeccionaria mil vestidos para doação antes de seu centésimo aniversário.
Há dois meses, quando ela se tornou centenária, já havia confeccionado 1.051 vestidos, ultrapassando sua meta pessoal, segundo informações do Noticias Cristianas.
A entidade para quem Lillian envia os vestidos já enviou roupas para mais de três milhões de crianças ao longo dos anos. Lillian, que é evangélica e vive no estado de Iowa (EUA), dedica um carinho especial para cada peça que costura: “Ela personaliza todos os vestidos”, disse sua filha, Linda. “Pois não é o suficiente fazer os vestidos, ela tem que colocar algo especial, chama de seu ‘toque pessoal’”, acrescentou.
Segundo Linda, sua mãe é uma inspiração para todos que a conhecem e seu desejo é única e exclusivamente fazer o bem, mesmo nunca tendo tido contato com as crianças que foram beneficiadas por sua dedicação.
A filha revelou ainda que depois da meta concluída, perguntou a sua mãe se ela gostaria de parar, e a resposta foi negativa, pois se considera saudável: “Não há nenhuma razão para eu não fazer nada”, afirmou Lillian.

PESQUISA MOSTRA QUE BRASILEIROS CONSIDERAM AS IGREJAS COMO AS INSTITUIÇÕES MAIS CONFIÁVEIS

Uma nova pesquisa sobre a credibilidade das instituições brasileiras sob a ótica do cidadão revelou que a Igreja, de longe, é a organização que mais goza de prestígio junto à sociedade. As Forças Armadas estão em segundo lugar, porém com um índice bem abaixo.

O levantamento, realizado pela Confederação Nacional de Transporte (CNT) e o Instituto MDA, foi apresentado à imprensa na última terça-feira, 21 de julho.
Para 53,5%, a Igreja é a instituição mais confiável do Brasil, enquanto as Forças Armadas surgem em segundo lugar, com a confiança de 15,5% dos entrevistados. O Poder Judiciário ficou em terceiro, com 10,1%, e a Polícia em quarto, com a confiança de apenas 5%.

Na questão de referência, a Igreja tem a confiança sempre de 43% dos brasileiros. A pesquisa também perguntou em quais instituições os entrevistados não confiariam nunca, e apenas 11,7% apontaram a Igreja.

A instituição mais mal avaliada, entre as primeiras colocadas, é a Justiça, que tem a confiança incondicional de 10,5% da população, e a desconfiança permanente de 24,8%. As Forças Armadas têm um quadro equilibrado nessa comparação: 19,2% confiam sempre, enquanto 17,2% não confiam de jeito nenhum.

Com relação ao ranking de instituições confiáveis, os partidos políticos têm a confiança de apenas 0,1% da população, enquanto o Congresso Nacional tem credibilidade com apenas 0,8% dos brasileiros. A imprensa também é malvista, pois apenas 4,8% confiam no que é veiculado.

Demonstrando coerência, 73,4% dos entrevistados apontaram os partidos como as instituições menos confiáveis, enquanto o Congresso tem a desconfiança completa de 51,6%.

A pesquisa também perguntou a opinião dos brasileiros sobre a redução da maioridade penal, e 70,1% disseram ser favoráveis à responsabilização a partir dos 16 anos, para qualquer tipo de crime. 18% dos entrevistados disseram ser a favor da redução para crimes mais graves, como homicídio ou latrocínio (roubo seguido de morte). Apenas 10,2% foram contrários à medida.

***

COMO SABER SE SOU CRISTÃO?

Por Kevin Deyoung

Sempre que aconselho cristãos a procura da certeza da salvação, eu os levo para 1 João. Essa breve epístola é cheia de ajuda para determinar se estamos na fé ou não. Em particular, existem três sinais em 1 João dados a nós para respondermos a questão “Tenho confiança ou condenação?”

O primeiro sinal é teológico. Você pode ter confiança se você crê em Jesus Cristo, o Filho de Deus (5.11-13). João não quer que as pessoas tenham dúvida. Deus quer que você tenha segurança, que você saiba que tem a vida eterna. E esse é o primeiro sinal, que você acredita em Jesus. Você acredita que ele é o Cristo ou o Messias (2.22). Você acredita que ele é o Filho de Deus (5.10). E você acredita que Jesus Cristo veio em carne (4.2). Então, se você tem a sua teologia errada sobre Jesus você não terá a vida eterna. Mas um dos sinais que devem te dar confiança perante Deus é que você acredita em seu único filho Jesus Cristo nosso Senhor (4.14-16; 5.1,5)
O segundo sinal é moral. Você pode ter confiança se você vive uma vida justa (3.6-9). Aqueles que praticam iniquidade, que mergulham de cabeça no pecado, que não apenas tropeçam mas habitualmente andam na iniquidade não devem ser confiantes. Isso não é diferente do que Paulo nos diz em Romanos 6 que não somos mais escravos do pecado mas servos para a justiça e em Gálatas 5 que aqueles que andam na carne não herdarão o reino de Deus. Isso não é diferente do que Jesus nos diz em João 15 que uma árvore boa não pode gerar frutos ruins e uma árvore ruim não pode gerar frutos bons. Então, se você vive uma vida moralmente justa você pode ter confiança (3.24). E para que esse padrão não te faça desesperar, tenha em mente que parte de uma vida justa é recusar-se a afirmar que você vive sem pecado e vir a Cristo para nos purificar de todo pecado (1.9-10).

O terceiro sinal é social. Você pode ter confiança se você ama outros cristãos (3.14). Se você odeia como Caim você não tem vida. Porém, se o seu coração e a sua carteira estão abertos para irmãos e irmãs, a vida eterna permanece em você. Um sinal necessário de verdadeira vida espiritual é que amamos uns aos outros (4.7-12,21).

Essas são as três indicações de João para nos assegurar que estamos no caminho que leva para a vida eterna. Essas não são três coisas que devemos fazer para merecer a salvação, mas três indicadores de que Deus tem de fato nos salvado. Acreditamos em Jesus Cristo, o Filho de Deus. Vivemos uma vida justa. Somos generosos para com outros cristãos. Ou podemos colocar da seguinte forma: sabemos que temos a vida eterna se amamos Jesus, se amamos os seus mandamentos e se amamos o seu povo. Nenhum dos três é um opcional. Todos devem ser presentes no cristão, e todos são entendidos como sinais para a nossa certeza (veja 2.4,6; 4.20; 5;2).

João elabora os mesmos pontos repetidamente. Você ama a Deus? Você ama os seus mandamentos? Você ama o seu povo? Se não, é um sinal de que você tem a morte. Se sim, é um sinal de que você tem a vida. E isso significa confiança ao invés de condenação.

***
Traduzido por Pedro Vilela no Reforma 21

Bilionário judeu financia operação de resgate de famílias cristãs perseguidas pelo Estado Islâmico

Uma operação de resgate de duas mil famílias cristãs oriundas de Síria e Iraque, perseguidas pelo Estado Islâmico, está sendo financiada por um judeu bilionário, que entende o que é sofrer perseguição.
George Weidenfeld, 95 anos, viveu dias de terror durante o nazismo, e foi resgatado de Viena, na Áustria, por cristãos, em 1938. Ao lado de outros judeus, ele recebeu comida, roupas, hospedagem e transporte para a Inglaterra.
Segundo declaração de Weidenfeld ao jornal Catholic Herald, ele considera que tem “uma dívida a pagar” por causa da operação de resgate que o livrou dos campos de concentração no passado.
Sua iniciativa é também uma forma de seguir o exemplo do recém-falecido sir Nicholas Winton, cristão que salvou 669 crianças judias destinadas à morte em campos de concentração nazistas durante o Holocausto.
Bilionário, Weidenfeld disse à revista Times que essa “dívida” não é só dele: “Ela vale para os muitos jovens que estavam nos ‘Kinderstransport’. Foi uma operação muito nobre, e nós, judeus, devemos ser gratos e fazer algo pelos cristãos que estão em perigo”, comentou.
De acordo com informações do site Aleteia, a primeira fase da operação de resgate dos cristãos juntou e transportou em segurança 150 famílias, da Síria para a Polônia, no último dia 10 de julho, com autorização dos governos dos dois países.
A tarefa, organizada por uma fundação de Weidenfeld, também inclui um suporte financeiro para as famílias, por um período de 12 a 18 meses, a partir do momento do resgate. Esse detalhe da operação remete às lembranças do benfeitor, que chegou à Inglaterra sem um único centavo, mas conseguiu se erguer financeiramente e fez fortuna após a fundação da editora Weidenfeld & Nicholson.
Durante a fase de planejamento, os Estados Unidos se recusaram a participar do projeto, justificando que os muçulmanos não estavam incluídos no objetivo da missão. Nas áreas que o Estado Islâmico atua, muçulmanos que não aceitam os métodos do grupo terrorista também terminam perseguidos.
“Eu não posso salvar o mundo todo, mas tenho uma possibilidade muito específica no caso dos cristãos. Outros podem fazer o que eles querem que seja feito pelos muçulmanos”, afirmou o bilionário judeu, que nasceu na Áustria em 1919, mas foi condecorado no Reino Unido com o título de “Lord” em 1976.

NOVO PORTAL DA CONSCIÊNCIA CRISTÃ - ACESSE JÁ

O novo portal da Consciência Cristã já está em pleno funcionamento. Acompanhe notícias do mundo cristão, reportagens relacionadas ao 18ª Consciência Cristã, as redes sociais com os mais diversos assuntos e a sua participação em enquetes.

Acesse Consciência Cristã e obtenha todas as informações sobre 18ª Consciência Cristã em fevereiro de 2016, em Campina Grande, PB.
Participe, curta e compartilhe essa ideia!

***
Divulgação Púlpito Cristão

Por que Thalles Roberto é uma benção para a igreja brasileira

Thales mostra para a Igreja brasileira a necessidade de discipulado mais sério e profundo
Essa semana o mundo do entretenimento evangélico ficou estupefato com as declarações do cantor gospel Thalles Roberto, em uma de suas apresentações o cantor disse, dentre outras coisas, que estava “acima da média dos outros artistas cristãos” e que havia ficado “mais rico que todos eles”. Embora muitos tenham achado um absurdo essas afirmações ególatras vindas de um artista cristão, eu digo que elas servem e muito para abençoar a Igreja brasileira, explico:
Em primeiro lugar Thalles nos dá o diagnóstico de um cristianismo sem discipulado, não acredito que esse rapaz tenha sido orientado de maneira correta à luz das Escrituras Sagradas, para mim ele é apenas mais um que foi usado pela igreja como muitos que vindo da carreira secular (Thalles foi backing vocal da banda Jota Quest) se tornam um espetáculo grotesco para uma igreja sedenta por pão e circo.
Thalles pode ter desejado mudar, ser uma nova criatura, mas não foi informado realmente de como isso se dá. Basta comparar sua postura com a do Rodolfo Abrantes (Ex Raimundos), percebe-se claramente a diferença de compreensão do Evangelho ao examinar o discurso dos dois.
Na minha opinião, se Thalles erra, errou muito mais quem o ordenou pastor, nas Redes Sociais é possível ver um vídeo onde o rapaz não consegue sequer diferenciar uma fala do apóstolo Paulo com a do salmista. Ou seja, Thales mostra para a Igreja brasileira a necessidade de discipulado mais sério e profundo.
Em segundo lugar, Thalles de certa forma foi usado por Deus com essa sua atitude de menosprezo aos companheiros de estrada e altivez em relação ao próprio talento. Explico. A resposta de alguns desses artistas cristãos ao comentário de Thalles soou tão egocêntrico quanto ele.
O que nos mostra que o problema não é exclusivamente do Thalles, mas a forma que nós como Igreja temos tratado desses irmãos que muitas vezes são tão idolatrados que acabam se esquecendo do que, para quem, e por que, estão fazendo o que fazem. A atitude do Thalles é providencial, nos chama para puxarmos o freio de mão e conscientizarmos nossos irmãos de que a Igreja não deve atuar como o mundo, fabricando ídolos para melhor entretenimento dos bodes.
Como Deus é soberano, a atitude do Thalles pode abençoar a igreja brasileira, basta ter ouvidos para ouvir o que o Senhor está querendo nos dizer através da fraqueza espiritual desse irmão.
E no mais, resta-nos orar pelo rapaz, para que seus olhos e o de outros que pensam como ele, mas não têm coragem de se pronunciarem publicamente, sejam abertos. Tanto talento não pode ser assim soterrado debaixo de tanta soberba, que Jesus se compadeça dele e o humilhe, para que seus lábios um dia possam declarar apenas a glória do Senhor.

Pastores são proibidos por governo de chamar o homossexualismo de “pecado”

Capelães do exército podem ser demitidos se oporem-se ao casamento gay
Em meio ao intenso debate sobre a legalização do casamento gay nos Estados Unidos, muitos pastores anunciaram que era apenas o primeiro passo de uma onda de cristofobia nos EUA, que durante séculos foi chamada de “nação cristã”.
Uma série de casos tem surgido na mídia, mostrando o embate entre cristãos e ativistas gays.
Recentemente, duas notícias mostraram a força desse ativismo junto ao governo. No estado de Kentucky, os pastores que servem como conselheiros voluntários no departamento prisional estão proibidos de chamar de “pecado” o comportamento homossexual dos transgêneros. Aqueles que não se submeterem às novas regras, não poderão mais realizar esse tipo de trabalho em órgãos estaduais.
Como é frequente nos EUA, o caso foi parar na justiça após o pastor David Wells ter sido desligado do quadro de conselheiros de uma instituição de internação de menores infratores.
Em sua defesa, a ONG jurídica cristã Liberty Counsel alega que “tirar a Bíblia das mãos de um pastor é como remover o bisturi das mãos de um cirurgião. Sem ela, eles não podem trazer a cura”.
Wells trabalhou durante mais de 10 anos no ministério prisional mantido pelo Igreja Batista de Pleasant View. Ele foi proibido pelo governo de continuar com seu trabalho dia 7 de julho. A justificativa do governo é que ele se negava a cumprir uma portaria que defende que o uso de crítica a “estilos alternativos de vida sexual” é “depreciativo”,” tendencioso” e constitui “discurso de ódio”.
Em sua defesa, o pastor explica que nenhum dos menores infratores era obrigado a participar dos cultos nem de conversar com ele ou outros voluntários.
Casos semelhantes ocorreram nos estados da Califórnia, do Oregon e de Nova Jersey. As autoridades estão proibindo sessões de aconselhamento que tentem dissuadir jovens que têm atração por pessoas do mesmo sexo.

Perseguição aos capelães

Não são apenas os pastores que fazem trabalhos voluntários que estão sofrendo sansões. O ativista Mikey Weinstein, presidente da Fundação Exército Livre de Religião, entrou com um processo junto ao comando militar dos EUA.
Seu desejo é que todos os capelães que se opõem à visão de homossexualidade como natural sejam desligados de seus cargos. Porque ao fazerem isso, estariam contrariando uma ordem do comandante-chefe das Forças Armadas, Barack Obama, um ativo defensor da causa LGBT.
Em uma carta divulgada pelo site WND, Weinstein argumenta que “A única coisa honrosa que esses perdedores podem fazer é dobrar seus uniformes, entregar seus papéis, e abandonar a capelania militar americana. Se eles não estão dispostos ou são covardes demais para fazê-lo, o Departamento de Defesa deve rapidamente limpar essa imundície intolerante que insiste em pertencer às fileiras de nossas forças armadas”.
Embora o Departamento de Justiça não tenha se pronunciado oficialmente sobre o assunto, a tendência é que eventualmente acabe tomando alguma providência. Afinal, Weinstein, que é um coronel do exército aposentado, faz parte de um conselho dentro do Pentágono que analisa casos de liberdade religiosa.
Em entrevista ao jornal The Washington Post ele afirmou que os cristãos dentro do exército são uma ameaça à segurança nacional. Com informações de WND

Nova novela do SBT trará confronto entre católica e evangélica

As diferenças entre as duas mulheres serão retratadas de forma cômica
Programada para estrear no dia 3 de agosto, a novela infantil “Cúmplices de um Resgate”, nova produção do SBT, vai mostrar um enfrentamento religioso entre católica e evangélica.
A adaptação escrita por Iris Abravanel, esposa de Silvio Santos, vai mostrar uma personagem católica fervorosa e outra protestante que são rivais. A ideia é mostrar as diferenças para combater a intolerância religiosa.
Iris promete que as situações serão cômicas e que irão ensinar sobre respeito. “Vamos pelo lado cômico, mas pregando que o amor ao próximo tem de prevalecer. Independentemente da crença, o respeito precisa ser maior”, disse ela que é evangélica.
Ao que parece as personagens terão outras diferenças além da religião, mas os detalhes sobre isso não foram citados.
“Cúmplices de um Resgate” substituirá “Chiquititas”, sucesso do horário nobre da emissora. Trata-se de uma adaptação de uma novela mexicana que já foi exibida pela emissora de Silvio Santos no começo dos anos 2000.
A trama contará a história das gêmeas Isabela e Manuela (interpretadas por Larissa Manoela, a Maria Joaquina de Carrossel). Elas foram separadas no nascimento e se encontrarão ao longo da trama. No elenco adulto a o SBT convidou nomes como Juliana Baroni, Duda Nagle, Dani Moreno, Mira Haar, Tânia Bondezan, Maria Pinna, Bárbara Bruno, entre outros. Com informações Notícias da TV

Primeiras imagens do terceiro templo em Jerusalém. Assista!

Instituto do Templo lança vídeo com projeto para construção sagrada.
Segundo o calendário judaico, este domingo (26/07) foi o nono dia do mês de Av. Recebeu o nome de Tisha Beav. É a data escolhida como dia de luto, em lembrança dos eventos mais trágicos da história judaica. Acredita-se que foi nessa data a destruição pelos babilônicos do Templo de Salomão, no ano 586 a.C., e a destruição do Segundo Templo, pelos romanos, no ano 70.
Cedo pela manhã, 900 judeus subiram ao Monte do Templo, numa caminhada pacífica. Contudo, ocorreu uma reação violenta de palestinos. Os não islâmicos são oficialmente proibidos de rezar no local, que fica bem no centro de Jerusalém. Policiais precisaram intervir e houve muita confusão, resultando na prisão de alguns judeus.
Hora depois, como uma espécie de resposta à violência com que foram recebidos, o Instituto do Templo publicou um vídeo mostrando as primeiras imagens de como será o terceiro templo em Jerusalém.
Criado por computação gráfica, o material mostra que estão prontas as plantas da construção e como será o interior do local que Deus mandou Salomão construir.
O vídeo de três minutos anda pelo santuário principal, mostrando como todos os detalhes seguem a Halakhic (lei judaica), desde as dimensões até as peças usadas no serviço sacerdotal. Existe até o espaço para reuniões do Sinédrio, que já está em atividade.
Em questão de minutos as imagens foram anunciadas por diversos sites especializados em profecias como “um grande sinal”.
Na verdade, todas as peças necessárias já estão prontas, incluindo o menorá, o altar do incenso, mesa com os pães da proposição.
Todos eles já foram mostrados pelo Instituto, totalizando 70 outros objetos sagrados, entre eles o altar do sacrifício e o véu que separa o Santo dos Santos. Os levitas já estão treinados e prontos para o serviço.
Uma campanha na internet havia levantado recentemente mais de US$ 100.000 para os planos arquitetônicos. O Instituto trabalha também para criar pela primeira vez em dois mil anos uma Novilha Vermelha, essencial para a purificação dos sacerdotes. Também já apresentou um plano de financiamento que possibilitaria reconstruir o local em pouco tempo.
O rabino Chaim Richman, Diretor do Instituto, lembra que “um terço de todos os mandamentos da Torá dizem respeito à construção do serviço no Templo Sagrado. Hoje, não apenas lamentamos a destruição dos dois Templos Sagrados, mas também nossa incapacidade de cumprir um terço da Torá.”
Além do Instituto do Templo, o Movimento Fiel da Terra de Israel liderado por Gershon Salomon está pedindo que o governo de Israel se manifeste.
Richman afirma ser inadmissível que bandeiras do Hamas e do Estado Islâmico terem sido exibidas no local várias vezes. “O Monte do Templo não é somente um direito civil para o povo judeu. Trata-se de oferecer o direito que toda a humanidade possa fazer orações no lugar mais sagrado… O que estamos falando aqui é de uma revolução espiritual, na qual o templo tem um papel muito fundamental. Acho que este assunto está se tornando mais popular do que nunca.”  Com informações de United With Israel eIsrael National News

17 julho, 2015

Video mostra o crescimento das cinco maiores religiões do mundo

Video mostra o crescimento das cinco maiores religiões do mundo


VideoMostraCrescimento
Hinduísmo, Judaísmo, Budismo, Cristianismo e Islamismo são as cinco maiores religiões no mundo. Ao longo dos últimos cinco mil anos, esses grupos religiosos moldaram o curso da história e exerceram profunda influência na trajetória da raça humana. Através de incontáveis conflitos, conquistas, missões internacionais e pelo simples falar, essas religiões se espalharam ao redor do mundo e moldaram significativamente as regiões geográficas em seus caminhos.
Repare que:
1 – Ele trata o cristianismo de forma geral, incluindo católicos e protestantes;
2 – As áreas mostradas no mapa não retratam a exclusividade religiosa do país, mas o que a maioria professa ser.

Tradução

Fonte:voltemos ao Evangelho

Estou acima da média porque estou entre fracos, diz Thalles Roberto sobre gospel

O cantor pretende se apresentar ao lado de cantadores da música secular
Thalles Roberto está envolvido em mais uma polêmica, dessa vez por conta de suas declarações feitas durante uma apresentação na Conferência Global 2015 realizada pela Comunidade das Nações, em Brasília, no começo desta semana.
O cantor tentava dizer que teve um novo chamado de Deus para deixar de se apresentar em igrejas e fazer mais eventos seculares. Mas a forma como ele descreveu esse “chamado” gerou muita revolta nos evangélicos que estavam no evento e as críticas feitas na página da igreja foram tantas que a denominação retirou a foto do artista de seu mural no Facebook.
Um vídeo enviado ao Gospel Prime nesta quinta-feira (16) mostra trechos da fala de Thalles onde ouvimos ele se afirmar como o melhor artista do gospel por estar entre pessoas fracas.
“Você está acima da média porque você está no meio de gente fraca”, disse o cantor como se fosse Deus quem estivesse dizendo para ele. “Quero ver você estar acima da média lá fora”, teria dito o Senhor dando nomes de cantores como Ben Harper e Usher.
Outra frase dita pelo cantor era que cantar no meio gospel “era bater em bêbado”, que “música gospel é tudo igual” e que “qualquer um escreve e faz”. Thalles contou uma história de que um pastor teria comparado a música com a Palavra dizendo que você consegue se lembrar muito mais das canções que ouve do que as pregações.
Thalles acredita que cantar é melhor que pregar e por isso ele vai sair das portas da igreja para cantar em eventos seculares. “Se eu não puder ser tudo o que Deus mandou eu ser que propósito é esse?”, disse.
O cantor afirmou que Deus disse que ele já fez no meio gospel tudo o que ele tinha para fazer e que só ele, Thalles, faz [música] do jeito que ele faz. Para respeitar esse chamado, o cantor se prepara para lançar um CD que não tem os evangélicos como público alvo.
Na página da Comunidade das Nações os fiéis diziam que estavam envergonhados por ouvir tanta bobagem de um artista gospel. Alguns disseram que se sentiram humilhados como cristãos e principalmente como igreja. Como dissemos acima, a igreja retirou a foto do ar e as críticas desapareceram.
Entramos em contato com a assessoria do cantor e até este momento não tivemos retorno.
Assista ao vídeo:

Página ateísta é bloqueada em rede social da Rússia por insultar cristãos

As mensagens compartilhadas foram denunciadas por insultar os ortodoxos
A Justiça russa exigiu que uma página ateísta de uma rede social fosse bloqueada por ofender os cristãos ortodoxos. O caso aconteceu na última segunda-feira (13) e foi noticiado pela agência AFP.
O grupo de ateus mantinha a página “Deus não existe” na rede social Vkontakte, que foi citado como o “Facebook da Rússia”, dada a sua popularidade no país.
A página tinha 26.000 inscritos e quem tentou acessá-la após a decisão visualizou a mensagem dos moderadores dizendo: “O grupo foi bloqueado devido a possíveis violações das regras do site”.
A decisão foi tomada pelo tribunal da Chechênia, república russa do Cáucaso de maioria muçulmana, que entendeu que o conteúdo postado pelo grupo “insulta os sentimentos dos cristãos ortodoxos”.
A AFP afirma que pela visão da página em cache era possível ler mensagens zombando da religião, principalmente da Igreja Ortodoxa Russa que exerce grande influência na política local. Entre as ofensas, havia uma caricatura de Jesus discutindo com um médico, Cristo dizia que tinha colocado um câncer na pessoa e o médico tenta curá-la.
Na Rússia há uma lei desde 2012 que pune com prisão de até três anos quem for condenado por fazer insultos religiosos.